Primeiras imagens de Trench

O JE tem o orgulho de ter sido o primeiro a divulgar este magnífico projeto nacional. O Trench é integralmente nacional, desde a concepção à produção e à distribuição.

Outra das novidades é que da parceria entre a Criações a Solo e a empresa Sr. Brinquedo nasce agora uma nova editora – a WiseGames – ela será a responsável pela implantação do Trench, dentro e fora do país.

Para lá de todas estas novidades há ainda as imagens em ante-estreia mundial da caixa do jogo Trench que será lançado no mercado a muito breve trecho!

BT7H7836
BT7H7842
BT7H7884
BT7H7876
BT7H7861
BT7H7845
BT7H7865

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://jogoeu.wordpress.com/2012/11/30/primeiras-imagens-de-trench/
Autor: abruk

15/12: Natal das Peças 2012

No dia 15 de dezembro vamos ter a edição especial de dezembro em que o Castelo das Peças e a Torre das Peças estarão juntos no Natal das Peças 2012.

Vai ser realizado no Spoleto do Largo Machado.  No horário de 11h até as 22h00. O Spoleto do Largo do Machado conta com excelente infra-estrutura e uma variedade de pratos, salgados e sobremesas ideais para a duração do evento. E acabou de passar por uma reforma geral que deixou o espaço ainda melhor.

ATENÇÃO: Devido a reforma do Spoleto não temos mais o armário com o acervo de jogos do Spaghetti das Peças.

Será no antigo esquema.  Para quem não conhece o esquema antigo é o seguinte: você leva o(s) seu(s) jogo(s), que estarão em um canto reservado para que as pessoas possam escolhem o que vão jogar. Mais ou menos como eu faço com os jogos que trago dos nossos patrocinadores.

Quem tiver algum jogo para testar é também bem vindo para levar seu protótipo que como certeza terá alguem para testar.

Estarei com jogos da GrowHasbroCeilikanGalápagos e Hidra para quem quiser conhecer e jogar.

Blog de Origem: O Castelo das Peças
Link: http://feedproxy.google.com/~r/CasteloDasPecas/~3/r7WMq8f9dbk/
Autor: shamou

13º e 14º Arariboard + Rodada Extra!

  13º Arariboard (18/11/12)                                                                                                                      

 Seguindo com os resuminhos das duas últimas semanas, só pra não perder o registro. Eu, Fabrício, Graça e Carlos começamos disputando o domínio de Ankh-Morpork em Discworld, jogo de Martin Wallace baseado na série literária de Terry Pratchett.
A partida durou um pouquinho mais do que o costume por ser uma learning session para os 3, mas correu disputada com marcação acirrada entre Carlos e eu, sem deixarmos Fabrício avançar muito. O objetivo de Graça era estar presente no maior número de territórios possíveis, mas ela avançava lentamente. E, infelizmente, fiz uma leitura errada do objetivo do Carlos, supus que, como eu e Fabrício, ele devesse dominar o maior número de áreas, mas seu objetivo era acabar com as cartas do jogo, e acabou justamente na minha rodada. Jogada de mestre dele, parabéns!
Em seguida fomos para Kingsburg, jogo de 2007 que ganhou uma revigorada com a expansão “To Forge a Realm” e foi uma das vedetes das mesas cariocas este ano. Usamos apenas duas partes dela, o tabuleiro maior e as fichas de pontos militares ao invés dos dados. 
O objetivo e fazer o maior número de pontos de vitória no melhor sistema de “agrado a corte” (vulgo puxa-saquismo mesmo). Cada integrante da corte, desde o Bobo até sua realeza suprema, Rei e Rainha dão benefícios ao jogador que conseguir atingir seu grau de exigência (determinado número nos dados). A cada final de ano (coincidentemente no inverno para os fãs de GoT) uma grande batalha ocorre. Ao final de cinco anos, é decretado o vencedor do jogo. Em paralelo, nos períodos entre as estações, os súditos devem construir benfeitorias de todos os tipos.
Claramente essa se mostrou uma condição de sobrevivência na partida. Eu investi pouquíssimo em construção e o resultado foi claro. O equilíbrio entre militarismo e desenvolvimento é fundamental. 
Mas se eu perdi, Graça fez as honras da classe feminina deixando os marmanjos para trás!

Colocação:
Graça 47 pontos
Fabricio 46 pontos
           Carlos 38 pontos
           Renata 30 pontos

  14º Arariboard (25/11/12)                                                                                                                      
No último domingo não estive presente porque fui visitar minha amiga Letícia (e claro que rolou joga também), mas a galera esteve presente representada pelo Carlos, Mike, Eduardo e Fabrício. E rolou Dominion e Puerto Rico, dois dos jogos favoritos do Carlos, então, deve ter rolado com todas as expansões a tiracolo ^^

  Rodada Extra (24/11/12)                                                                                                                      

Enquanto isso, em Vargem Grande, fui visitar a Let que resolveu se “esconder” do mundo! (Se considerarmos a viagem que é de Niterói ao extremo do Rio…) Uma gracinha a casa, realmente dá vontade de largar tudo pra ficar com a natureza. Mas, isso não nos impede de jogar, então, fizemos uma dobradinha de Discworld. Queria muito jogar este com ela porque já leu toda a série (coisa que ainda não consegui) e queria saber das implicações do texto do Pratchett no jogo. Infelizmente a história conta pouco para a mecânica, mas com certeza reconhecer os personagens dos livros dá um sabor a mais ao jogo.Foram duas partidas bem disputadas. Eu levei a primeira e a Let garantiu a segunda.
Cartas de ação (foto BGG)
Já anoitecia quando estreiamos o aguardado Legends of Andor, de Michael Menzel! Jogamos a lenda introdutória que é dividida em duas partes. Na primeira, nos é ensinado os princípios básicos do jogo, de da movimentação à ação. Na segunda parte, inicía-se a história propriamente dita, quando os heróis (nós) somos convocados pelo Rei a proteger Andor que está prestes a ser invadida. Acredite, realmente in-va-di-da! Monstros começam a surgir por todos os lados! Como estávamos apenas em dois, não foi nada fácil vencê-los. Eu joguei com a guerreira enquanto Let comandava o arqueiro. A idéia era que eu fosse o “tanque”, mas o personagem dela acabou ficando mais forte e demolindo tudo que via pelo caminho.
Chegamos muiiiito perto de ganhar, mais umas poucas horas e teríamos conseguido cumprir o objetivo.
Legends of Andor se assemelha muito a um RPG, mas com uma mecânica mais simples e voltada para o jogo clássico de tabuleiro. Por ser cooperativo, exige-se uma boa sintonia entre os jogadores. Uma dica: não saia matando todos os monstros de uma vez, acho que esse foi nosso maior erro, pois eles aceleram o andamento da história. 
(foto BGG)
Mas, como eu esperava, é um jogo com a arte super caprichada como tinha que ser, com um tabuleiro duplo excelente! Todos os componentes, apesar de serem de papelão, são bem rígidos e com truques para deixá-los mais tridimensionais, por exemplo, todos os personagens tem frente e costas, e alguns itens, como o Dragão e a torre chegam a ser montáveis ganhando uma terceira dimensão.
O jogo acabou com gostinho para experimentar as outras lendas!

Blog de Origem: Desbussolados – fanáticos por boardgames
Link: http://desbussolados.blogspot.com/2012/11/13-e-14-arariboard-rodada-extra.html
Autor: Renata Palheiros

Batalha de Sidi Rezegh- regras para avaliação

Senhores tudo bom com vocês? 

Bom já estou atrasado com o proposto sobre este jogo. No  link você encontra o arquivo com as regras para avaliação do Jogo Batalha de Sidi Rezegh. É o primeiro jogo do proposto sistema de jogo, onde poderão perceber os detalhes abordados e enfatizados no jogo e sistema.

Batalha de Sidi Rezegh, foi uma batalha travado no norte da África, mais precisamente na Líbia, região da Cirenaica, que na época era território Italiano, que acabou conquistado pelos Britânicos após a desastrosa ( para os Italianos) Batalha de Beda Fom, que por fim levou ao deserto do Saara uma das forças mais interessantes da II GM, o Africa Korps e seu lendário comandante Erwin Rommel.
Sidi Rezegh era uma pequena pista de pouso a leste de Tobruck, um porto que ficou sobre sitio de tropas do Eixo por mais de 240  dias, e esta batalha, foi parte da operação Cruzado, deflagrada por forças Britânicas  tentando justo liberar as tropas cercadas.

Figura do GAL Rommel junto a UNs do AK

Entre indas e vindas pelo deserto de fato um corredor foi aberto e o cerco foi rompido por um breve period de tempo. É neste ponto que o jogo esta focado. O jogador que jogar com os britânicos deve abrir esta brecha e o jogador do Eixo deve evitar ou conseguir fechar a passagem. Tudo ocorre em três dias de batalha, que equivalem aos dias 19 a 21 de novembro de 1941.

Foi feito levantamento histórico sobre a batalha, consulta a diversos livros, internet em sites em inglês, alemão para justo chegar a um detalhismo que permite reproduzir a batalha. A questão topográfica  de fundamental importância exigiu até uso do Google Earth, para reforçar a ideia sobre o tipo de terreno e aplicar melhor os efeitos deste no jogo.

Trata-se de um jogo nível tático Batalhão, onde cada rodada equivale a um período de 4hrs, um héx equivale a 2,5 Km.
Efeitos de terreno, condições climáticas, são abordadas e tem forte influência no jogo. Condições dia noite, exaustão das tropas devido a fadiga também são considerados e tem seus efeitos aplicados.
A cadeia de comando faz parte da estratégia do jogo, com isso a presença de Generais atribui capacidades ao QG ou para as tropas. Reposição de baixas, reservas, suprimentos também tem sua função e fazem parte do conjunto de elementos do sintema de jogo.

Espero que gostem, pelas regras podem ter uma boa ideia do jogo, lógico não é como jogar, mas para quem já conhece jogos de guerra , vai ser fácil perceber os detalhes.

Boa leitura.

Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://mundodotabuleiro.blogspot.com/2012/11/batalha-de-sidi-rezegh-regras-para.html
Autor: Hermes

Abrindo a caixa do Last Night on Earth: Timber Peak

Todo fã de zumbis gosta de ter filmes, quadrinhos, livros e outras traquitanas sobre o tema, se você também for adepto aos jogos de tabuleiro não pode deixar de ter na sua coleção uma cópia do Last Night on Earth. Eu corrigi essa falha e comprei o mais novo jogo base da séria, o Timber Peak.

Tudo que vem na caixa do Timer Peak (já sem o insert).

Como todos os jogos da Flying Frog, a qualidade dos componentes é de encher os olhos. Todas as imagens de cartas, personagens e tals são realizadas com produções fotográficas exclusivas e o resultado é um jogo caprichado e que te deixa dentro do tema.

Além disso os componentes são todos acima da média. Cartas com alta espessura e laminação, tiles rígidos e com corte perfeito, miniaturas bem acabadas e detalhadas, tudo para que você tenha certeza que investiu seu rico dinheirinho da melhor forma possível.

Zumbis verdes e marrons que vem na caixa.

Já o jogo, ele tem algumas diferenças sobre o Last Night on Earth – The Zombie Game. As mais notáveis são os pontos de experiência para os heróis e zumbis, os tiles de fogo que vão se alastrando pelo tabuleiro e ítens que vem com marcadores para serem usados diversas vezes.

É isso, se você é fã do tema tem que ter uma cópia do Last Night on Earth na sua coleção, pois ele é com certeza um dos melhores jogos de zumbi do mercado.

Os personagens (3 novos e 3 sobreviventes do LNoE antigo).

Blog de Origem: E aí, tem jogo? – A sua página sobre jogos de tabuleiro moderno.
Link: http://eaitemjogo.blogspot.com/2012/11/abrindo-caixa-last-night-on-earth.html
Autor: Cacá

Faraos Cigarer – Mais uma boa loja de board games em Copenhagen (København, DINAMARCA)

Mais um post narrando as visitas lúdicas no norte europeu. Depois da visita até a loja Fantask, eu e o amigo Big rumamos para a incrível Faraos Cigarer. A loja é boa, dois andares de nerdice de primeira, variedade (porém sem grandes lançamentos), bom atendimento e bem aquecida (estava 5 graus na rua).

Os preços, conforme eu falei anteriormente, são salgados. A loja é dividida em um andar térreo com board e card games, e no andar de cima o que impera é WarHammer. É incrível observar como esse tipo de loja possui movimento durante todo o dia na Europa; devia ser umas quatro da tarde e estava cheia de clientes comprando e jogando.

O endereço é Skindergade 27. O site da loja é www.faraos.dk.

Seguem fotos de mais um templo da moderna virgindade e uma bela imagem da cidade:

Blog de Origem: Game Analyticz
Link: http://gameanalyticz.blogspot.com/2012/11/faraos-cigarer-mais-uma-boa-loja-de.html
Autor: VINCE VADER

Cartas Promocionais Fluxx BGE

O site britânico BGE (BoardGameExtras) disponibiliza aos seus utilizadores um mini pack de cartas promocionais para Fluxx.

No pack de cartas promocionais incluem-se:
3 keepers:

  • The Computer
  • The Star
  • Flowers

3 regras:

  • Inflation
  • Composting
  • The Borders Bonus

e 2 ações:

  • Time Vortex
  • Jackpot

Quem estiver interessado terá de desembolsar £ 4,25 já com portes para Portugal!

Interessado/a?

Veja AQUI.

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://jogoeu.wordpress.com/2012/11/30/cartas-promocionais-fluxx-bge/
Autor: abruk