Regional do Torneio de Carrcassonne 2015

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

postFB_regional

 

Em breve vou dar mais detalhes sobre regulamento e inscrição.

Blog de Origem: O Castelo das Peças
Link: http://ift.tt/1E3EzT0
Autor: shamou

Anúncios

Soldatino Brasiliano- Grupo de jogo

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Então vamos a mais um grupo de jogo, agora é o povo de Salto- SP, na pessoa do Francisco, com o qual a um certo tempo mantenho contato, sendo as nossas conversas as voltas dos jogos de guerra, precisamente os hex and counters. Bom vamos a um detalhe que não esta no questionamento logo abaixo, pois fiquei curioso com esse nome, peguntei a muito para o Francisco… Soldatino Brasiliano, de onde isso?
Seu Francisco que me corrija se escrever alguma bobagem aqui, mas ele quando criança, junto com os pais tinham vizinhos que vieram da Itália logo após a IIGM. Estes muito falavam, e bem, dos nossos pracinhas da FEB, carinhosamente chamados de Soldatinos Brasilianos, dai eis a origem do simpático nome com vocês….

“Wargame Club Soldatino Brasiliano”.

1- Quem fundou o clube?… e quando foi?… com quantos participantes ao iniciar?
A fundação do WCSB  aconteceu em Janeiro de 2014,depois de uma troca de idéias e conversas entre eu,e meu filho Mario e Odirlei antigos amigos de jogatina de  videogames e Magic.
2- Qual o motivo para iniciar o grupo de jogos?
Desde a década de “80” com os wargames da JOG-Polimark e alguns numeros da Strategy & Tactics, regularmente tenho jogado e me interessado pelos jogos e literatura historico-militar.
Usando regularmente a internet,descobri a Consimworld e me inscrevi no Social,encontrando muitas pessoas e sites de aficcionados no tema;Gerson Monteiro,Hermes do Mundo do Tabuleiro,José Diniz,Hugo de Barros,Marcelo da Riachuelo Games,Julio Trois,sites como Mundo do Tabuleiro,Trincheira do Chateau,Clube Somnium,etc..
Em novembro de 2013,Gerson  Monteiro me passou um artigo”Uso de Wargames na criação da mentalidade de Defesa”,resolvi juntar; essa idéia;bons amigos e pessoal que gosta de assuntos militares e mãos a obra,Odirlei pintou um quadro com o simbolo do WCSB e fundamos o clube.
3- O que já foi feito as voltas do clube, eventos, campeonatos, são ativos a este ponto?
Em apenas um ano ainda não participamos de nenhum evento,resumindo nossas atividades a encontros semanais ou quinzenais.
4- Como funcionam os encontros? ..periodicidade, são semanais?
Semanais ou quinzenais com pelo menos 3 participantes.
5- Qual é o tipo de jogo jogado?
Sempre wargames, as vezes variamos com o Guerra dos Tronos.

6- Qual é o jogo que desde o princípio é jogado, é a curtição do pessoal?

Começamos jogando wargames básicos,didáticos e históricos como Cisplatina e Farrapos do Julio Trois, Legião do Hermes Muller, Tragédia de Tracunhaem da Riachuelo Games, Confrontos da Segunda Guerra; Choque de titãs em Kursk;do Décio Damasceno Ferreira, Monte Castelo do Clube Somnium e o primeiro em inglês foi o Objectiv Kiev da C3i.
Particularmente gosto muito doASL, Ancients, Infidel,Noretreat-NAfrican front, série Coin;Distant Plain,Andean Abyss, Cuba Libre.
O preferido do pessoal depois de muita tradução e explicação  é o Labyrinth da GMT, muito atual por sinal.

7- Quantos jogadores participam das jogatinas regularmente hoje em dia?
Até 7 participantes já conseguimos reunir:Mario,Michel,Odirlei,David,Estevão,Roberto e Arquimedes.



8- Quantos jogos no acervo dos membros do clube, no geral? 
O Acervo está em torno de 60 wargames:
Cisplatina-Farrapos-Infidel-No Retreat NAFront-Labyrinth-Ancients-Barbarossa Crimeia-Conflict of Heroes AWBear-Nightfighter-Beyond Normandy-Lost Victory-Canadian Crucible-Price of Freedom-Coin series,Andean Abyss,Cuba Libre,A Distant Plain e chegando Fire in the Lake
ASL,Starter kits,Beyond Valor,Valor of the Guards,Rule Book,Bounding Fire e Critical hits.
Edições da Against the Odds, varias ediçoes com wargames da:Strategy & Tactics-World at war-VaeVictis-Game Journal-C3i-War diary-Command Magazine-Aletéia-Six Angles..etc.
Muitos wargames print-in-play dos site nacionais que ajudam muito o aprendizado do pessoal.
Temos no acervo em torno de 100 livros importados e nacionais de história militar.

9-Deixe uma mensagem para os seguidores do Mundo do Tabuleiro e os fãs de jogos de tabuleiro, pode ser?

Agradeço a todos com o incentivo que me deram e principalmente a amizade e o tempo gasto com nossas  conversas, louvo o esforço de Hermes Muller do Mundo do Tabuleiro, um dos tantos  que me levou  acreditar  nesta divertida e agradável atividade, o mundo dos wargames.

É isso ai, jogos de guerra não são lá muito do agrado da grande maioria dos jogadores no Brasil, existem diversos grupos, alguns a já bastante tempo e como grande apreciador dos jogos de guerra, tinha que largar um grupo logo de cara, que embora pequeno, espero que agora cresça bastante…  assim mostrando o quanto podemos ter grupos bem ecléticos como o pessoal do GamersPOA, ou outros totalmente específicos e focados em um tema como o abordado pelo Soldatino Brasiliano.

Grande abraço!

Post relacionado anterior- GamersPOA

Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://ift.tt/1DjsiWN
Autor: Hermes

GamersPOA -Grupo de Jogo

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Na pessoa do Ubiratã, bem conhecido no mundo gamer brasileiro como Bira,  pessoal das antigas no hobby, Ilha do Tabuleiro, Lista e outros recantos lúdicos, vem aqui contar um pouco da história do bem afamado GamersPOA, tradicional grupo de jogo de Porto Alegre, pessoal com muita experiência em jogos, conhecem muito mesmo, então acompanhe ai…..

1- Quem fundou o clube?… e quando foi?… com quantos participantes ao iniciar?
Não houve uma fundação formal, na verdade começamos a nos reunir de forma frequente em 2004, já conhecia os jogos modernos desde final de 2003, quando fui apresentado ao hobby por um amigo pastor Luterano, que tinha vindo dos EUA, dali conheci o Makrakis, depois o Artigas e por fim o Riffel e nos reuníamos na casa do Mak toda terça feira para estudar um jogo e jogá-lo…

2- Qual o motivo para iniciar o grupo de jogos?
A necessidade de organizar um grupo com grupo de emails e tudo mais apareceu por volta de 2006, quando começou a aumentar a turma, além de rolar algumas falhas nos frequentadores, era necessário uma organização prévia,pela vontade de jogar mais de um jogo por vez, isso gerava a necessidade de combinar o que seria jogado, e o pessoal dava uma olhada nas regras antes dos encontros… o blog começou em 2008 buscando aumentar ainda mais o grupo e para a zoação da turma rolar solta…
3- O que já foi feito as voltas do clube, eventos, campeonatos, são ativos a este ponto?
O grupo na verdade é bem reservado, hoje Porto Alegre, temos algumas boas opções públicas para jogos de tabuleiro (Lends Clube, Jambô, Joga Tche…), inclusive existem outras pessoas que jogam em seus grupos…conheço algumas, já joguei com o pessoal, já fui na Lends, sou amigo pessoal de um dos sócios dessa, mas a galera mais ativa do GPoA, curte mais aquela joga mais intimista, coisa de nerd mesmo, risos… No grupo já tivemos um ranking, mas a competitividade ficou meio exacerbada e hoje jogamos pelo fun factor mesmo…


4- Como funcionam os encontros? ..periodicidade, são semanais?
Hoje nosso grupo tem mais de 25 pessoas e a coisa anda meio complicada de organizar…risos, é o ônus do crescimento do hobby, não tem casa que comporte essa galera toda, de forma geral a galera solta o convite em um grupo de Whatsapp (GamersPOA que criamos), definindo data, hora e numero de jogadores que cabem na joga, além dos jogos que poderão rolar…aí é aquela correria pra se escalar, quando sobra muita gente abre outra casa e outro grupo e assim a gente vai indo… Estamos também criando jogas temáticas e abrindo grupos de Whats pra jogos específicos, por exemplo, atualmente, estamos com um grupo aberto para organizar um Descent, um Game of Thrones e um Republica de Roma. Hoje eu diria que temos jogos segundas, terças, quintas e sábados…
5- Qual é o tipo de jogo jogado?
Bah é tri difícil definir um tipo de jogo específico, pois a galera é muito diversificada, mas de um modo geral o que rola mais comumente são os Euro, mas encaramos heavy games, wargames, party games…o que vier sai jogo…
6- Qual é o jogo que desde o princípio é jogado, é a curtição do pessoal?
Nós temos meio que uma cultura do novo o que gera alguma discussão e chororo, pois eu pessoalmente curto repetir jogo pra ficar mais “pro”, como o grupo é diverso e temos alguns “mecenas” de jogos com uma coleção enorme, costumamos variar bastante…mas um Puerto Rico sempre dá caldo e vê mesa…
7- Quantos jogadores participam das jogatinas regularmente hoje em dia?
A mesa ideal é 4 cabeças e tentamos sempre formar jogos com 4-5, porém se não abre outra casa, para não deixar gente de fora, já colocamos 10 pessoas em 2 mesas e tals…
8- Quantos jogos no acervo dos membros do clube, no geral?
Olha costumamos dizer que talvez o nosso grupo seja o mais recheado de jogos, temos 2 jogadores com muitos jogos…o Makrakis por exemplo já passou dos 1000 jogos e o Solon já tá com uns 600…ainda temos o Patrick com muitos jogos uns 300, eu tenho uns 200, enfim toda galera tem jogos e já são 28 membros…jogo aqui jogo ali, tirando os repetidos devemos estar fechando uns 2000 games (claro que o Mak tem vários “injogáveis” da AH e outros wargames harcorepunk!!!)
9- Como o grupo se relaciona com outros grupos de jogos? se de fato ocorre? é frequente?
Como falei a galera é meio ermitão…não mesclamos muito não, mas não é por sermos metidos, chatos é por questão de perfil mesmo…
10- Como o pessoal pode entrar em contato com vcs para participar dos encontros?
Lá no blog tem o endereço do nosso grupo de e mail, ele anda meio parado, devido ao Whatsapp que é o que tá sendo mais usado pras jogas, mas se o cabra se apresenta por lá, já passamos o grupo e dali é se enturmar com a galera e vamos pra mesa jogar!!!
11- deixe uma mensagem para os seguidores do Mundo do Tabuleiro e os fãs de jogos de tabuleiro, pode ser?
Olha só de todas as coisas que faço nessa vida, seja profissional, seja pessoal os jogos de tabuleiro são sem dúvida uma das minhas maiores fontes de alegria e integração, sou um cara super tímido, reservado, do tipo quietão, mas sentado a uma mesa jogando me transformo, sou brincalhão, me divirto. Hoje meus melhores amigos são dos grupos de jogos, sempre que viajo entro em contato com algum grupo de jogo da região e sempre sou hiper bem recebido é melhor que uma maçonaria…hehehehe. Em família os jogos também são  fonte de diversão, minhas duas filhas adoram jogar. A maior parte do tempo quando não estou jogando, estou no BGG, ou em blogs de jogos, ou lendo regras…viciado?!?! eu, risos quem sabe. Acho super saudável esse hobby, além de ser um ótimo exercício pro cérebro. Se vc já é um boardgamer siga em frente, cada jogo é uma surpresa, trás algum desafio, se vc está pensando em entrar nesse mundo, te atira de cabeça magrão… Um forte abraço ao Hermes que me convidou pra esse papo e pros amigos que leram até aqui fica o convite de que se em passagem por Porto Alegre entre em contato com a gente, quem sabe não rola uma joga da boa!!!
Braços

É isso ai, muito obrigado Bira por nos contar um pouco da história do grupo, afinal amigos, pelo  que podem ler, o povo de POA manda muito bem quando o assunto é jogo de tabuleiro.
Nota: imagens obtidas no site do grupo com permissão do Bira.

Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://ift.tt/1JSnuAv
Autor: Hermes

Clubes de jogos, já tem muita história para contar.

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Lá em 2007 quando vasculhei a Ilha do Tabuleiro a primeira vez, fiquei maravilhado com o que vi, achei tudo muito bacana, um espaço sensacional, um lugar que permitia um apanhado geral de tudo sobre tudo no universo dos jogos de tabuleiros.
Uma das ideias que muito chamou a atenção, se não a melhor, foi a área de “Clubes de jogos“. A sacada do Alessandro Caporal não era simplesmente um clube ou clubes de jogos, afinal alguns já existiam em diferentes lugares do Brasil, principalmente nos grandes centros, mas sim abrir na Ilha, um espaço adequado para que a partir deste, as pessoas de todo o país pudessem facilmente encontrar outras pessoas em sua cidade, região, estado e porque não no Brasil como um todo, e foi o que aconteceu….a área de clubes bombou, cresceu, os clubes proliferaram em todos os cantos.

Certo que alguns nunca decolaram, por outro lado, outros simplesmente se tornaram referências nacionais ou regionais, destaques, exemplos a seguir.
A tal ponto que pessoas em transito,  por vezes visitando outro grupo de jogos em outros estados, cidades, encontros cordiais, quase como se fossem velhos conhecidos, amigos!!… mas que na maioria dos casos, acabavam de se conhecer pessoalmente naquele instante.

Isto foi vivenciado por mim também, em diferentes momentos e cidades por onde andei, sempre  as voltas com jogos de tabuleiros, cito Tubarão( SC), estive lá algumas vezes, afinal é a casa da Ilha do Tabuleiro, Curitiba  e Florianópolis. Em outros momentos, o pessoal do FloripaOnplay, diga lá o  Raony e Saulo, de Curitiba com Bruno Libonatti, Pedro, Leonardo, Artur entre outros, também estiveram aqui em Joinville, o amigo Rodrigo ( o Bullet) do Clube do Um de BH,  duas vezes ( fica um grande abraço), o simpático casal Ronaldo e Mirian ( de Cascavel) também passaram por aqui, também o pessoal do Péricles esteve em São Paulo em diferentes momentos, visitando a Ludus Luderia.

Por conta de tudo isso, já da para ter uma ideia do que os clubes de jogos no fundo representam, afinal tudo isso é o que foi vivido apenas por nós do Clube Péricles, mas de forma geral aconteceu e acontece em tudo que é canto do país, o que é ótimo, existe troca de informações, experiências e quase sempre novas amizades.

Sem contar com a questão do impacto do mercado, pois jogar jogos de tabuleiro é bem comum na casa de muitas famílias brasileiras, é uma forma de lazer. Mas nos clubes de jogos o efeito é muito maior, tanto a nível de cenário como um todo e no mercado, onde as empresas atuam,  afinal o povo de um clube, é um fomentador  natural do que é bom ou ruim, de tudo que esta as voltas dos jogos de tabuleiros, novidades, compra e venda, indicações, reclamações, ideias.

Então depois de alguma babação, falando sobre o potencial dos clubes de jogos…onde afinal estão esses clubes de jogos??
Você que esta a um certo tempo sabe, mas cara, todo dia é gente nova chegando ao hobby, e ai como achar o que??… existem clubes de jogos desse troço??

A resposta é sim…. e para dar uma força, Mundo do Tabuleiro vem aqui apresentar esse pessoal, e nada melhor do que deixar eles falarem, os fundadores ou seus representantes, aqueles que levam a brincadeira adiante,quem começou tudo isso. A ideia é falar sobre os clubes que não são poucos, e bem espalhados pelo Brasil, contar um pouco de sua história
Vou acrescentar sempre um novo grupo, link para a postagem, e a medida que for publicando os grupos
a lista vai crescer e servir de referência para você ou quem bem achar interessante.

Para começar, temos um clube bem tradicional, pessoal representado pelo Ubiratã ( popular Bira, nos tempos da Ilha), falo do GamersPOA, como podemos imaginar de Porto Alegre, então é a gauchada falando primeiro.

-GamersPOA- tradicional clube de Porto Alegre, onde o que aparecer de jogo de tabuleiro é jogado.
-Soldadino Brasiliano-

Nota: lista em construção, em breve links relacionados a cada grupo

Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://ift.tt/1Dfg0OY
Autor: Hermes

As d’Or 2015

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Foram hoje anunciados os vencedores do prémio dos melhores jogos em França – As d’Or.

Eis uma imagem bem ilusidativa:

O vencedor do As d’Or foi Colt Express, La Chasse aux Gigamons venceu na categoria de melhor jogo infantil, Five Tribes foi o vencedor da categoria de Grand Prix enquanto o jogo Loony Quest arrecadou o prémio do Júri.

Para o ano há mais!

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://ift.tt/1zipIOo
Autor: abruk

Resenha : Concept

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Como você tentaria indicar “Dollynho” ou “Lima Duarte” usando apenas ícones pré-definidos em um tabuleiro? Pois é, essa é a ideia principal do Concept.

Vencedor do Spiel des Jahres de 2014 e lançado recentemente pela Galápagos, no Concept a cada rodada um jogador tenta, usando apenas os ícones do tabuleiro, fazer com que os outros jogadores reconheçam o que foi escolhido em uma carta, que vem com 9 opções das mais fáceis até as mais sinistras.

Tabuleiro com os ícones usados no jogo.

Desde a capa, até os componentes, tudo é muito minimalista e com arte bacana. Com muitas opções de ícones no tabuleiro, dificilmente você não encontra uma forma de expressar o que você quer, seja diretamente ou dando voltas até alguém acertar.

Eu achei o jogo uma versão euro do Imagem & Ação, e com a mesa certa rende boas partidas e é uma opção bastante interessante para quem está começando, ou para descontrair numa jogatina mais light.

Blog de Origem: E aí, tem jogo? – A sua página sobre jogos de tabuleiro moderno.
Link: http://ift.tt/1wkfb4W
Autor: Carlos “Cacá”