71ª TORRE DAS PEÇAS – DIVULGAÇÃO

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Convidamos todos para a 71ª edição da Torre das Peças que será no dia 11/04/2015 (sábado), de 11h00min às 22h00min, no Spoleto Largo do Machado (dentro da galeria do cinema São Luiz). O local conta com excelente infra-estrutura, incluindo mesas que possibilitam a realização de todos os jogos, além de uma variedade de pratos e sobremesas ideais para a duração do evento.
Um aviso importante: o evento ocorre com o público trazendo os seus jogos, pois não há acervo no local.
Venha prestigiar a Torre das Peças e conhecer o local que é mais um excelente espaço lúdico no Rio de Janeiro!

71ª Torre das Peças
Data: 11/04/2015
Horário: 11h00min às 22h00min
Local: Spoleto Largo do Machado
Endereço: Rua do Catete, 311 (galeria do cinema São Luiz) – Largo do Machado – Rio de Janeiro

Abraços!

Warny Marçano
Fel Barros
Torre das Peças

Blog de Origem: Torre das Peças
Link: http://ift.tt/1NEzhB0
Autor: Warny Marçano

Anúncios

25/04: 78 Castelo das Peças: evento de Jogos de Tabuleiro no Rio de Janeiro

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Dia 25 de abril, sábado, vai ser realizada a 78ª edição do Castelo das Peças. O evento vai ser realizado na Universidade Veiga de Almeida – Campus Tijuca. Fica localizada na Rua Ibituruna 108. A Universidade Veiga de Almeida é de fácil acesso e fica bem perto do metro São Cristovão.

O horário é de 9h00 até as 17h30.

É no velho esquema de levar os jogos. Quem tiver interesse em algum jogo ou quer marcar alguma partida pode usar o grupo ou a fanpage no Facebook.

Vai ser realizado o Torneio Regional de Carcassonne as 11h00. As inscrições serão feitas através do site do Castelo das Peças (http://ift.tt/1EtZxfP5). Só serão aceitas inscrições pelo site e não faremos inscrições na hora. Lembrando que o vencedor do torneio vai ganhar a edição Carcassonne Mares do Sul e o direito de participar da final Brasileira.

Estarei também com jogos da Grow, Devir, Galapagos, Copag, MS Jogos, Boadgames.com, Funbox Jogos, Ludeka, Mitra, Ludens Spirit e Hasbro para quem quiser conhecer e jogar.

A campanha do Financiamento Coletivo do Fields of Gore começou. E a Riachuelo Games vai estar com o jogo para quem quiser conhecer mais antes de contribuir para o projeto.

Vamos ter também os jogos da MS Jogos do Marcos Macri (Shazam OVNI, Dogs, Gran Circo e Vale do Monstros).

Teremos também os jogos da ACE Estudios (Fel Barros): Geekdo, Muffin Game e Agentes do Sapo para o pessoal poder conhecer.

Quem tiver algum jogo para testar o pessoal da PROTOLANDIA vai estar lá para dar dicas. Então prepare seu prototipo e leve para o Castelo das Peças para todo mundo poder conhecer.

SERVIÇO:
78º Castelo das Peças – Evento de Jogos de Tabuleiro no Rio de Janeiro
Data: 25 de Abril de 2015
Local: Universidade Veiga de Almeida – Rua Ibituruna 108 – Bloco C – Tijuca
Horário: 09h00 até as 17h30
Faixa Etária: Livre
Entrada Gratuita

Blog de Origem: O Castelo das Peças
Link: http://ift.tt/1EtZz7r
Autor: shamou

N°16- Posthuman… achei a ideia ótima.

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Outro lançado em 2015.

16- Posthuman

Autor – Gordon Calleja
Editora – Mighty Box e Mr.B. Games
N°de jogadores 1 a 4
Idade inicial sugerida 12 anos
Tempo de duração estimada  120 minutos
Tema – Aventura, exploração, dados.

Mecânicas –  Rolar dados, modular, poderes variados

Ideia do jogo-  Foi o que chamou atenção… a humanidade evoluiu além dos limites, nossos sucessores genéticos, agora já não são mais o homem que começou a jornada.
Agora como últimos sobreviventes humanos, vivendo em meio a  natureza em recuperação, mas sujeitos a erradicação por conta da nova geração mutante os Posthuman..

Os jogadores devem chegar a um lugar seguro para evitar a sua extinção. Sua jornada passa por diferentes lugares, (tipo um dungeon) e podem enfrentar os humanos mutantes (Posthumans), que em contato provocam mutações  nos últimos humanos. Você será capaz de chegar ao seu destino ou acabar um mutante em meio ao novo mundo Posthuma.

Gostei da ideia do jogo, o tema muito bacana, você facilmente mergulha nessa aventura para encarnar um sobrevivente humano com a responsabilidade de garantir a sobrevivência da espécie.Essa vai valer a pena .

Fica a dica!

Link para publicação N°15  (Forbidden Stars)
Link para listas de jogos de 2013 e 2014.

Jogo no processo no Kickstarter.

Fonte da imagem BGG




Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://ift.tt/1NB5Lw2
Autor: Hermes

Beasty Bar

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

sint-BB

Sinopse:

Os animais querem ir à festa, para isso têm de esperar na fila e não se deixarem ultrapassar pelos outros animais que vão chegando e tentando ultrapassar, pois só os dois primeiros da fila é que entram e o último é posto fora! Ganha quem tiver mais animais na festa.

Como se joga:

No início do jogo colocam-se as cartas de entrada e a de expulsão no centro da mesa, separadas pelo o espaço de 5 cartas.

SetupBB

Cada jogador recebe 12 cartas de uma cor e baralha-as. Com essas cartas forma um baralho de face oculta à sua frente. Desse baralho bisca as primeiras 4 cartas que guarda na mão.

No seu turno cada jogador realiza as seguintes ações:

  • Jogar 1 carta da mão;
  • Executar a ação da carta jogada;
  • Executar as ações dos animais com repetição (se possível);
  • Abertura da entrada e expulsão (se possível)
  • Biscar uma nova carta.

A primeira ação é sempre jogar uma carta da mão na fila de espera o mais próximo possível da carta de entrada.

Em seguida executa-se a ação do animal jogado (os animais serão explicados em pormenor mais à frente).

Depois de executada a ação do animal jogado, executam-se as ações dos animais que estejam na fila e tenham o ícone de repetição: RepeticaoBB.

Em seguida, se houver 5 cartas na fila, colocam-se as duas cartas que estão mais perto da porta, do seu lado esquerdo (por baixo da cartas de interior do bar); enquanto a carta que estiver no fim da fila é colocada à direita da carta de expulsão (por baixo da carta de rua com lixo).

cartasSETUPbb

Antes de passar a vez, o jogador bisca uma nova carta do seu baralho de face oculta para ficar de novo com 4 cartas na mão.

O jogo termina após a ronda onde todos joguem a sua última carta. Em seguida contam-se as cartas que cada jogador conseguiu colocar no bar. Quem tiver mais ganha. Em caso de empate, somam-se as cartas dos animais dos empatados e o que tiver o valor mais baixo ganha. Pode usar-se as pontuações do reverso da carta resumo.

As ações dos animais:

  • Leão (12) – Se já houver um leão na fila, o que acaba de se jogar é imediatamente expulso, caso contrário, o leão expulsa todos os macacos que estejam na fila e passa para a primeira posição.
  • Hipopótamo (11) – Os hipopótamos passam à frente de todos os animais com valor inferior ao seu, à exceção da zebra (7). Os hipopótamos têm o símbolo de repetição e por isso todos os turnos se terá de repetir a sua ação (se possível).
  • Crocodilo (10) – Os crocodilos comem todos os animais com valor inferior ao seu, à exceção da zebra (7). Os animais comidos são expulsos da fila (colocados por baixo da carta de rua com lixo).
  • Serpente (9) – A serpente coloca todos os animais por ordem decrescente (da entrada para a expulsão). Os valores mais altos perto da entrada e os mais baixo no fim da fila.
  • Girafa (8) – A girafa salta sobre o animal que está à sua frente se essa carta for de valor inferior ao seu. As girafas têm o símbolo de repetição e por isso todos os turnos se terá de repetir a sua ação (se possível).
  • Zebra (7) – A zebra não tem uma ação propriamente dita, o seu poder é bloquear crocodilos (10) e hipopótamos (11), ou seja, os referidos animais ficam sempre atrás de uma zebra (7). Todos os animais à frente de uma zebra também estão a salvo dos crocodilos (10) e hipopótamos (11).
  • Foca (6) – A foca obriga à mudança da carta de entrada com a carta de expulsão.
  • Camaleão (5) – O camaleão assume a ação de um dos animais que estiver na fila, executando a sua ação. Na fase de repetição de ações, o camaleão volta ao seu valor original.
  • Macaco (4) – O macaco não tem nenhuma ação se não houver outro/s macaco/s na fila, mas quando há, o macaco colocado na fila vai diretamente para a primeira posição e atrás de si os outros macacos. Adicionalmente, se houver hipopótamos e/ou crocodilos na fila, estes são expulsos (colocados por baixo da carta de rua com lixo).
  • Canguru (3) – O canguru salta um ou dois animais que estejam à sua frente.
  • Papagaio (2) – O papagaio expulsa um animal da fila, à sua escolha.
  • Doninha (1) –  A doninha expulsa as cartas das duas espécies de animais com os valor maiores presentes na fila.

Avaliação:

Beasty Bar é um pequeno filler de quinze minutos muito perspicaz e com ideias engraçadas. O material é excelente, com cartas de tamanho Dixit. A ilustração do jogo podia ser melhor mas ainda assim é adequada ao tema.

A primeira vez que se joga não é propriamente evidente aquilo que temos para fazer, se a sequência de um turno é fácil de assimilar, os poderes dos 12 animais já não é assim tão fácil, embora a iconografia ajude bastante.

O jogo premeia o oportunismo tático dos jogadores e contempla uma generosa fatia de sacanagem na forma como nos abre caminhos para expulsarmos os animais dos outros! Obviamente que a sorte desempenha um papel muito importante no jogo e daí que muito do rumo que cada partida toma resulta da capacidade que cada um tem (ou não) de se adaptar às circunstâncias.

Como referido anteriormente, cada carta tem iconografia muito útil para recordar o poder de cada animal, no entanto, por lapso, as cartas de macaco não referem que os hipopótamos e os crocodilos são expulsos quando há mais que um macaco na fila, uma gafe que poderá ser corrigida em edições futuras.

De resto, Beasty Bar resume-se a um filler um pouco caótico mas muito divertido, rápido de se jogar e baratinho. Uma agradável surpresa!

Mais um daqueles que poderão experimentar no RiaCON 2015!

Ligações:

Site da Zoch Verlag AQUI

Ficha BGG → AQUI

Regras em inglês AQUI

Vídeo (inglês)  AQUI

Comprar:

Philibert  AQUI

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://ift.tt/1DkSAxV
Autor: abruk

G1 faz matéria sobrre o Jogo “Todos contra a Dengue”

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

No último dia 29 de Março, o “G1 – Campinas e Região“, publicou uma matéria sobre o Jogo “Todos contra a Dengue”:
Queremos aqui deixar nossos agradecimentos ao pessoal do G1 e dizer que nosso jogo, embora seja algo lúdico, busca colocar o Tema Dengue à mesa. 
Todos sabemos de nossas responsabilidades quanto ao problema, que tanta dor de cabeça trás à população e principalmente aos nossos Administradores Públicos, já que não basta apenas tratar as pessoas que estão com Dengue. O objetivo principal de todos, é combater os Focos do Mosquito Aedes aegypti  para que novos casos da Doença não apareçam e isso envolve uma pequena contribuição de cada cidadão. 
A informação divulgada através da imprensa, busca conscientizar cada um de sua responsabilidade e do seu comprometimento de cuidar daquilo que está ao seu alcance, daquilo que é seu… Se cada um de nós fizermos nossa parte, podemos diminuir em muito os focos do Mosquito Aedes aegypti e diminuir o número de casos que aumentam a cada temporada de chuva.
Nosso jogo foi feito para lembrar que a Dengue está batendo às portas e tantos casos de pessoas que conhecemos já sofreram com este problema. Lembrar, significa saber que não devemos descuidar do combate ao Mosquito, que deve acontecer todos os dias e principalmente depois das chuvas que tanto pedimos e que acabam por fazer um ambiente perfeito para que o Mosquito Aedes aegypti se reproduza.
Nosso jogo já está disponível gratuitamente e poderá ser baixado no Link abaixo e pretendemos em breve, colocar imagens de como ficou nosso Projeto depois de tudo finalizado:

Todos os Jogos criados pelo Clube do Tabuleiro de Campinas foram feitos para uso pessoal somente, distribuido gratuitamente aos interessados e também para serem confeccionados artesanalmente, sendo proibida qualquer tipo de venda ! Em hipótese alguma pretendemos obter qualquer valor sobre eles !

Blog de Origem: Clube do Tabuleiro de Campinas
Link: http://ift.tt/1F9vxU3
Autor: Wagner

Alchemists

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Dá pra misturar jogo analógico com componentes digitais? Dá sim e fica divertido. Alchemists é um board game que utiliza um app de celular como integrante de sua mecânica. O jogo faz parte de uma geração de produtos lúdicos que misturam ambas as plataformas; outro bom exemplo dessa categoria é o tabuleiro da série X-COM. Lançado na feira de jogos de Essen do ano passado, o título vem fazendo um barulho bom entre os fãs do gênero.

Em Alchemists, como o título sugere, os jogadores fazem o papel de alquimistas desenvolvendo poções com componentes mágicos buscando conquistar reputação na cidade que habitam. O tabuleiro que utiliza a ideia de action points permite que os players recolham componentes, vendam itens, consigam favores do governo, publiquem estudos, contestem estudos de outros players e mais uma série de ações.

O app de smartphone é uma sacada interessante e funciona como o “caldeirão” do alquimista. Cada jogador pode misturar duas cartas e o app fotografa as imagens dizendo que tipo de poção estes elementos criam. O aplicativo funciona como a inteligência artificial do jogo gerando os resultados de maneira prática. A partir dos dados gerados no seu celular os players devem começar a anotar informações em um papel para descobrir quais componentes reagem positivamente e quais operam negativamente.

Por enquanto a novidade é boa, mas se todo santo game de tabuleiro (ou card) tiver um complemento no tablete/smartphone tende a ficar chato. Outros jogos estão apostando em aplicativos que ajudam a calcular a pontuação do game, como é o caso do app do Seven Wonders. Um vídeo com review mostra melhor os features do game:

http://ift.tt/1MnFWlI
Joguei uma partida do Alchemists esse fim de semana e quero jogar de novo. Certamente comprarei para usar em aula. E vamos experimentar coisas novas sempre! Imagens do BGG.

Go gamers!

Blog de Origem: Game Analyticz
Link: http://ift.tt/1EUHMRM
Autor: VINCE VADER

Liber Ludo de Março.

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Segue o que foi jogado no Clube Péricles durante o mês de Março que já esta chegando ao seu fim.
Começamos pelo…

…. dia 06.

Estiveram presentes os proscritos lúdicos Dieter, Rodrigo, Marcos( 1°vez no grupo), Coveiro, Rafael, Witold e eu. Lembro desse dia, eu não tava com a menor vontade de jogar, dai foi papo por minha parte. Mas a galera ficou animada com o King of Tokyo, jogando duas partidas.

Rodrigo(E), Dieter, Witold, Marcos e Coveiro,
 jogaram e curtiram o King of Tokyo.

Dia 07

Jogatina especial para os amantes dos jogos de guerra, rodamos o Tide of Iron, Rafael e eu. Gostei, tanto que rendeu uma resenha básica para apontar os pontos interessantes do jogo.

Dia 13

Galerinha firme, sempre presente, Rafael, Dieter, Maicon, Rogério, Witold, Rodrigo, Coveiro e eu.
Jogamos muito a começar por um dos meus favoritos, Race for The Galaxy, Cypher, Carcassonne Dice e Odd Ville.

Cypher, poucas cartas na mesa, hackers e muito oportunismo.

Cypher é um jogo de cartas com poderes diferentes para os personagens, rápido, ambientado no meio ficção, hacker, vale outra partida. Carcassonne dice, acabei por postar uma resenha sobre o jogo de tanto que gostei.
Já o OddVille agradou quem jogou. É  um jogo de construção de cidades, que embora com poucos componentes, permite segundo os testadores, muita variação de jogadas.

Pessoal que jogou gostou!

Dia 14

Foi um dia para festejar os sete anos do Clube Péricles. Estiveram presentes, Anderson, Witold, Coveiro, Rafael, Rodrigo, Rogério, César e eu. Foram jogadas partidas do Stone Age E Elder Sing, fechamos no entanto com pizza, não daquelas das CPIs de políticos, pizza de verdade e muita cerveja, aliais chopezinho da Heineken.

Stone Age, o pessoal gosta.

E como tudo no Brasil, terminou em Pizza.

Velinha e tudo mais.

Dia 21 

Presentes Anderson, Rodrigo, Coveiro, Maicon, Rafael e eu. Foi jogado Notre Dame ( após longo periodo sem jogar), Mice & Mystic a foi disputada por fim entre o Anderson e o Rodrigo, uma partida de instrução sobre o STB, jogo de guerra.

Mice & Mystic.

Dia 27

Coveiro, Witold, Maicon, Rafael e eu. Foram jogadas partidas do Galaxy Trucker e uma partida de teste do jogo Supressio da Tércos. Isso fazia muito que não foi feito e diria que valeu a pena.

Primeira partida de teste do Supressio da Tércos.

Bom meu povo, foi o que rolou no Péricles em Março. Foi um mês agitado, divertido, marcado pelo aniversário do clube, dai motivações a mais, afinal já são agora sete anos que a jogatina ocorre quase que todas as sextas feiras.

Post anterior da série Liber Ludo de Fevereiro.

Abraço!

Blog de Origem: Mundo do Tabuleiro
Link: http://ift.tt/1xqatZn
Autor: Hermes