Container: Os Atravessadores do Capitalismo

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Segunda-feira não costuma empolgar as pessoas, mas pelo menos aqui é dia de joga! Dessa vez cinco guerreiros encararam uma disputa econômica das boas.
O jogo: Container. Out of print (fora de impressão) da saudosa e falecida Avalon Hill, Matso Games (editores de fundo de quintal) resolveu fazer uma versão homemade do excelentíssimo jogo. E deu pro gasto!


Sobre Container, é um verdadeiro tratado em defesa ao livre mercado. Você pode, construir fábricas ou armazéns para expandir a produção e a capacidade de armazenagem, adquirir produtos para comercializar no seu porto, ou comprar contêineres em portos dos adversários com o intuito de entregar em uma tal de ilha estrangeira. Ao final do jogo soma-se o dinheiro de cada um com o valor dos contêineres que ficaram na região da ilha de cada jogador e define-se o vencedor. Claro que existem várias outras regras, mecânicas e possibilidades no jogo, mas é simples, direto, porém de certa complexidade.

Quem produz ou compra é quem define o valor de venda ou revenda. Por um valor caro pode significar produto encalhado, e não há coisa pior do que não girar sua economia, observar a demanda é crucial.

Realmente é um jogo de se aproveitar das oportunidades que o mercado apresenta. Jogamos entre 5, o limite que o jogo estipula, sendo assim o controle que cada jogador tem para com o mercado é menor, a concorrência fez os preços tombarem. Pela estratégia de alguns jogadores a produção foi focada logo de início, colocando o preço das “commodites” lá pra baixo, a concorrência era grande. Logo em seguida os primeiros navios desembarcavam na ilha, aí que rola uma etapa chave do jogo. Com seu barco atracado na ilha, desencadeia um leilão onde o prêmio são os produtos contidos em seu navio, todos os outros jogadores com lances escondidos, e o dono do navio com uma importante decisão: aceitar o dinheiro do maior lance e mais o mesmo valor do banco (ou seja, o dobro do maior lance) e deixa-lo com os contêineres em sua região na ilha, ou pagar o mesmo valor ao banco e desembarcar os contêineres em sua área.


Mais para o fim do jogo a busca por produtos específicos se intensifica e o preço começa a aumentar, e são nesses momentos que um empresário desavisado pode falir e até mesmo desequilibrar o mercado. Empréstimos fazem parte do jogo e não paga-los é praticamente abdicar da vitória.

Que estilo é esse? rock n’ roll ou funk?
O jogo é uma ótima introdução as idéias de mercado e economia, vale a pena conferir com 3 ou 4 jogadores para ver como se comporta o mercado, até quem sabe a formação de carteis. Existe a possibilidade de um jogador fazer jogadas muito favoráveis a outros jogadores e desbalancear um pouco o jogo (típico produtor do jogo Puerto Rico), mas cabe os outros jogadores mudar o peso dessa balança. Bem-vindo ao capitalismo selvagem.

Container: Bill, Bira, Mateus, Rodrigo, Solon

Blog de Origem: GamersPOA
Link: http://ift.tt/1PADbj4
Autor: Kony

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s