Honshu

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

sint-hsh

Sinopse:

Em Honshu os jogadores colocam cartas umas em cima de outras, formando um sugestivo mapa onde florestas, cidades e fábricas renderão pontos aos jogadores. Quem tiver mais pontos no final será o vencedor.

Como se joga:

⇒ Setup

No início do jogo separam-se os diferentes recursos e colocam-se no centro da mesa.

Decide-se de que lado da Província se joga: A ou B, baralham-se as referidas cartas de Província Inicial e distribui-se uma a cada jogador.

Cada jogador coloca um cubo de recurso, sobre os símbolos de produção (quadrados com símbolo) correspondentes:

  • Machado (castanho) – Madeira
  • Cana de pesca (azul) – Peixe
  • Pá (cinza) – Minério
  • Saco (amarelo) – Ouro

Em seguida baralham-se as cartas de Ordem de Turno e distribuem-se aleatoriamente.

pic3278305_lg

Cada jogador recebe uma carta com o sumário da pontuação final.

Baralham-se todas as cartas de Território e distribuem-se 6 a cada jogador. Essas cartas formam a mão inicial de cada jogador. Com as cartas sobrantes forma-se um baralho geral de face oculta que se coloca de lado, na mesa.

Desenvolvimento

Uma partida de Honshu decorre em 12 rondas. Cada ronda consiste em duas fases:

  1. Fase de Vazas
  2. Fase de Mapa

1. Durante a fase de vazas os jogadores jogam da sua mão para a mesa, uma carta de face visível, pela ordem de turno. Essa tem um valor que definirá na fase seguinte a ordem de turno.

Ao jogar uma carta, o jogador pode, opcionalmente, adicionar-lhe um cubo da sua cidade para aumentar o valor da sua carta em 60 pontos. O primeiro jogador a optar por adicionar um cubo de recurso à sua carta pode escolher qualquer tipo de recurso que tenha na sua cidade. Os jogadores seguintes só poderão fazer o mesmo, se tiverem um cubo de recurso igual ao jogador que escolheu primeiro, caso contrário não terão esta opção.

Depois de todos terem jogado uma carta e um possível recurso, a ordem de turno fica definida. Distribuem-se então as cartas de Ordem de Turno, ficando o jogador com o valor mais elevado com a carta de Ordem 1, o segundo jogador com valor mais elevado com a carta de Ordem 2 e assim sucessivamente até todos terem uma carta de Ordem de Turno.

Respeitando a nova ordem de turno, os jogadores vão escolher uma carta de  Território, das que estão disponíveis sobre a mesa. Eventuais cubos de recurso usados pelos jogadores são colocado na reserva geral.

2. Durante a fase de mapa os jogadores expandem as suas cidades, adicionando à sua cidade a carta de Território conquistada na fase de vazas.

Ao colocar a nova carta de Território há algumas regras a observar:

  • A nova carta terá de cobrir ou ser coberta por pelo menos um quadrado de outra carta da cidade;
  • Pelo menos um quadrado da nova carta tem de ficar visível;
  • Nunca se podem cobrir quadrados de Lago.

Depois de colocada a nova carta passa a fazer parte da cidade e recebe um cubo de recurso por cada espaço de produção, do respetivo tipo. Os recursos são retirados da reserva geral.

pic3278308_lg

Na eventualidade de uma carta nova de Território tapar um quadrado da cidade com um cubo de recurso, esse cubo é devolvido à reserva geral.

As rondas seguintes:

Na ronda seguinte começa a fase de vazas o jogador com a carta número da Ordem de Turno, depois o jogador com a carta número 2 e assim sucessivamente até todos terem jogado uma carta e adicionado um cubo opcionalmente.

Há algumas exceções a esta regra:

  • Após a 3ª ronda os jogadores passam as suas 3 cartas da mão ao jogador que estiver à sua esquerda;
  • Após a 6ª ronda os jogadores recebem 6 novas cartas para a mão do baralho geral;
  • Após a 9ª ronda os jogadores passam as suas 3 cartas da mão ao jogador que estiver à sua direita;

⇒ Fim do jogo

Após a 12ª ronda o jogo termina e procede-se à avaliação de cada cidade da seguinte forma:

  • 2 PV por cada quadrado de floresta visível na ciade;
  • 1 PV por cada quadrado de edifícios contiguos da maior área de edifícios da cidade;
  • 2 PV / 3 PV / 4 PV pelas fábricas providas com recursos armazenados ao longo das doze rondas;
  • 3 PV por cada quadrado de Lago do maior grupo de Lago, o primeiro quadrado vale 0 PV;

Jpeg

Quem tiver mais pontos de vitória vence. Em caso de empate vence quem tiver mais quadrados de baldios (quadrados amarelos).

Avaliação:

Honshu inspira-se numa temática nipónica, tema muito tratado em jogos de tabuleiro, talvez pelo exotismo e pela riqueza histórica do povo.

Uma criação recente, pois foi lançado na última edição da feira de Essen, Honshu passou um pouco despercebido à maioria do público, no entanto, este pequeno jogo de cartas é bem interessante.

Dizer que Honshu é um simples jogo de vazas é para lá de injusto, desconhecer por completo o seu verdeiro motor. Efetivamente estamos perante um jogo que usa a ancestral mecânica das vazas, mas esse é só o alicerce onde assenta um jogo com várias possibilidades estratégicas de maximização da pontuação, é possível fazer pontos com imensas coisas, uns de mais fácil acesso outros, mais valiosos mas mais difícieis de alcançar, há de tudo, é preciso escolher bem!

As partidas são emotivas até à décima segunda ronda e o resultado sempre incerto. Enfim, um jogo com muita rejogabilidade, agradável, de regras simples, adequado a todo o género de jogadores, especialmente indicado para jogar em família por ser rápiod e com uma boa produção.

Ligações:

Site da Lautapelit  AQUI

Mesaboardgames AQUI

Ficha BGG  AQUI

Resumo em português AQUI

Comprar:

JogonaMesa  AQUI

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://ift.tt/2gH6P6k
Autor: abruk

Anúncios

Pixel Cherry – customizando seus jogos

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here
Olá pessoal !

Vamos apresentar para vocês uma opção muito legal de customização de jogos.
Estamos falando da nossa amiga Tuany Canzano.

Ela cria acessórios, cases, boxes e meeeples para boardgames. Os itens podem ser feitos em porcelana fria e mdf.

Pelas fotos que ela postou no facebook, já tínhamos uma ideia da qualidade que ela estava propondo, então resolvemos comprar e comprovar.

Nossa opinião:
Primeiro precisamos falar da atenção ao cliente. Muito solícita, atenciosa, com várias idéias e sugestões para melhorar o item, além da permitir muitas opções para o cliente escolher.
Atendimento nota 1.000 !!!
Todo o processo foi acompanhado com fotos e atualizações.

Resultado final:
Um absurdo de bem feito !!! Só quando você vê de perto é que consegue dimensionar a qualidade, principalmente nos cérebros. São pequenos mas com muitos detalhes !!!
A caixa veio muito bem acabada, imagem colada sem ranhuras ou partes soltas, nem cola em demasia. O interior é flocado, o que resultou numa cobertura homogênea e com aquela sensação aveludada. A impressão da imagem ficou 100%.

Nós recomendamos !!!

Contatos:

Tuany Canzano
Facebook Page:
http://ift.tt/2fMlPlR

Contatos:
canzanotuany@gmail.com
WhatsApp +55(11)988929999

Segue abaixo algumas imagens que fizemos e outras que a Tuany disponibilizou.

Blog de Origem: Clube do Tabuleiro de Campinas
Link: http://ift.tt/2gstRhV
Autor: Fausto

17/12: 92 Castelo das Peças

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

header-20161217-post
Dia 17 de dezembro, sábado, vai ser realizada a 92ª edição do Castelo das Peças. O evento vai ser realizado na Universidade Veiga de Almeida – Campus Tijuca. Fica localizada na Rua Ibituruna 108. A Universidade Veiga de Almeida é de fácil acesso e fica bem perto do metro São Cristovão.

O horário é de 9h00 até as 17h30.

É no velho esquema de levar os jogos. Quem tiver interesse em algum jogo ou quer marcar alguma partida pode usar o grupo ou a fanpage no Facebook.

COMO TINHA FALADO ANTES ESTOU PRECISANDO DA AJUDA DE TODOS VOCÊS PARA MANTER O EVENTO QUEM PUDER AJUDAR COM PELO MENOS R$20,00 VAI SER BOM QUE ASSIM VOU PODER GARANTIR MESAS E CADEIRAS PARA O PESSOAL.

Estarei também com jogos da Grow, Devir, Galapagos, Riachuelo Games, Conclave, Meeple BR Jogos, Arcano Games, Paper Games, MS Jogos, Papaya, Funbox, Ludeka, Ace Studios, Pensamento Coletivo, Fire on Board, Ludofy, Red Box e Ludens Spirit para quem quiser conhecer e jogar.

SERVIÇO:
92º Castelo das Peças – Evento de Jogos de Tabuleiro no Rio de Janeiro
Data: 17 de dezembro de 2016
Local: Universidade Veiga de Almeida – Rua Ibituruna 108 – Bloco C – Tijuca
Horário: 09h00 até as 17h30
Faixa Etária: Livre
Entrada Gratuita

Blog de Origem: O Castelo das Peças
Link: http://ift.tt/2gpleVB
Autor: shamou

51st State

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Esse aqui tem um estilão Mad Max. 51st State é um card game sobre um futuro distópico que gangue lutam pela supremacia de poder, prédios, veículos, armas e soldados. É na pegada do Imperial Settlers (aliás, acho que é do mesmo autor). Você é o comandante de uma facção e deve montar sua estrutura de poder com cartas que geram recursos. Diferente do Imperial Settlers, nesse aqui você só coloca cartas do lado direito do seu mini board e deve usar estes recursos para ganhar pontos.

A parte de atacar cartas do oponente é a mais legal do game. Quando você destrói algo de um amiguinho, fatura recursos e/ou pontos de vitória. É possível fazer uns combos cabulosos com as cartas e a gangue certa.

Eu tenho um problema particular com esse tipo de game: a mesa fica uma confusão visual e tem um momento que eu não sei mais o que estou fazendo. Eu olho para as cartas de oponentes que dão pontos de vitória e foco nelas para destruir e alavancar a vitória. Eu sei que é da dinâmica/mecânica do game a grande quantidade de cartas enfileiradas, mas – para mim – é um atrapalhativo forte.

Jogamos em três e rendeu boas risadas. Não jogaria de novo, mas curti a temática e a arte do game.

#GoGamers

Blog de Origem: Game Analyticz
Link: http://ift.tt/2fnPCmg
Autor: VINCE VADER