Tiny Epic Western

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Ano passado eu tinha jogado o Tiny Epic Galaxies, uma caixinha que – quando aberta – revela vários componentes e várias possibilidades legais. Recentemente, joguei outro título da série: Tiny Epic Western.

Temática bem alinhada com mecânicas de area control, set collection e worker placement. Cada jogador tem de 2 a 3 meeples para alocar em espaços com poderes distintos no tabuleiro. É possível duelar e jogar poker para ter mais benefícios. Aliás, a mini-mecânica de poker embutida no game é muito bacana; um belo exemplo de como fazer um jogo dentro do jogo.

Gostei dos dados D6 que vem no formato de balas de revólver. =)

Fiquei bem curioso para jogar os demais games da série Tiny Epic.

#GoGamers

Blog de Origem: Game Analyticz
Link: http://ift.tt/2oM1kM0
Autor: VINCE VADER

Anúncios

Contrast

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Sint-Contrast

Sinopse:

Cada jogador tem 6 cartas com 12 símbolos (2 por carta) referentes a cores e caraterísticas de objetos/animais/… No centro da mesa haverá uma carta com uma ilustração. Em simultâneo os jogadores vão escolher uma das suas cartas de símbolo que melhor descreva esse objeto. O símbolo escolhido pela maioria (mas não unanimidade) ganha uma ponto. Depois de todas as cartas jogadas ganha quem tiver ganho mais pontos.

Como se joga:

⇒ Setup

Cada jogador recebe um conjunto de 6 cartas de símbolos com o dorso na cor que escolher.

contrast_matos25.png

Image Pink Monkey Games

Todos os jogadores baralham essas 6 cartas e revelam 2 à sua frente (símbolo visível). As outras 4 ficaram na mão do jogador e disponíveis para jogar nessa ronda.

Baralham-se as cartas de imagens e colocam-se no centro da mesa. Como as cartas têm imagens nas duas faces, não importa qual o lado que fica virado para cima.

Atenção antes de começar o jogo retiram-se cartas de imagem do jogo em função do número de jogadores:

  • 2 jogadores – tiram-se 30 cartas;
  • 3 jogadores – tiram-se 26 cartas;
  • 4 jogadores – tiram-se 22 cartas;
  • 5 jogadores – tiram-se 18 cartas;
  • 6 jogadores – tiram-se 14 cartas;

Desenvolvimento

Os jogadores escolhem em simultâneo uma carta da mão, e colocam-na com o desenho do símbolo virado para baixo, junto da imagem que está no topo das cartas de imagens.

O objetivo é que o símbolo mais próximo da imagem seja o que mais jogadores escolham como o mais identificador dessa imagem.

contrast_mes2

Image Pink Monkey Games

O símbolo escolhido pela maioria dos jogadores dá 1 ponto a cada um deles. Todos esses jogadores tiram 1 carta do topo do baralho das cartas de imagem.

Atenção: pode haver duas maiorias com símbolos diferentes na mesma ronda, por exemplo: a 4 jogadores pode dar-se a situação de haver 2 quadrados e 2 verdes, neste caso todos ganham 1 ponto!

contrast_mes3

Image Pink Monkey Games

Assim que todos os jogadores menos um tenham colocado a sua carta, todos começam a fazer uma contagem decrescente a partir de 3 para que o último jogador jogue a sua carta, se não o fizer a tempo, fica fora da ronda!

Se todos os jogadores escolherem o mesmo símbolo, ninguém ganha pontos e a imagem é retirada do jogo.

Em seguida todos os jogadores colocam a carta de símbolo que acabam de usar do lado direito das duas cartas visíveis que estão à sua frente. Depois retiram a carta de face visível mais à esquerda e colocam-na na mão, ficando novamente apenas 2 cartas de símbolo visíveis à sua frente.

Pode começar uma nova ronda para a carta de imagem que se encontra agora no topo do baralho de cartas de imagem.

Fim do jogo

O jogo termina quando o baralho de cartas de imagem se esgotar! Se não houver cartas para dar a todos os jogadores que tenham ganho um ponto nessa ronda, podem usar-se as cartas que foram colocadas na caixa.

Quem tiver acumulado mais cartas de imagem (pontos) ganha a partida!

Variante Expert

No modo Expert em vez de se revelarem 2 cartas de símbolo, revelam-se 3 cartas. Os jogadores terão apenas 3 cartas na mão!

Variante 2 jogadores

A dois jogadores o jogo joga-se em modo cooperativo.

Os jogadores ganham 1 ponto sempre que escolham o mesmo símbolo. Ganham a partida se fizerem 22 pontos ou mais.

Avaliação:

Dentro desta pequena caixa moram belíssimas ilustrações, bem na linha da escola francesa de ilustração. Contrast tem regras simples, é um jogo para jogar em família e com amigos, de preferência quando somos muitos!
Este pequeno jogo de cartas tem o mérito de reunir todas as gerações numa atmosfera agradável e descontraída.
É fácil encontrar semelhanças deste jogo com Dixit, mas é suficientemente diferente para merecer o seu espaço, além disso, não precisa de muito!
Há qualquer de coisa de “batalha” psicológica entre os jogadores numa partida de Contrast, algo próximo de leitura mental ou antecipação das escolhas dos adversários em função do conhecimento das suas personalidades.
Em suma, um jogo para ser jogado em família durante o fim de semana ou após as refeições, em jeito de sobremesa! Uma caixinha pequena, barata e com uma ideia honesta e aprazível.

Ligações:

Site da Pink Monkey Games AQUI

Ficha BGG → AQUI

Vídeo (francês)  AQUI

Resumo em português AQUI

Comprar:

Philibert → AQUI

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://ift.tt/2qjq2Aw
Autor: abruk

Evento : Além do Muro

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Mais uma vez um grande amigo colaborou com a postagem do blog, dessa vez o Leandro Nunes (organizador do The Meeple em Niterói) foi até Jundiaí para acompanhar de perto um dos maiores eventos do país, o Além do Muro, e trouxe suas impressões para gente. 
No último sábado, 22/04 rolou a 38ª edição do evento de boardgames mais famoso de São Paulo, o Além do Muro. Estivemos em Jundiaí para prestigiar e curtir esse grande evento que já se tornou referência no cenário nacional.
O evento acontece no Nipo – Associação Cultural Nipo Brasileira, um local amplo e que permite a distribuição de mesas e cadeiras de forma extremamente confortável. Além disso, dispõe de estacionamento gratuito, o que facilita bastante para quem vai de carro.
Muitas mesas, muito espaço e uma galera grande!
Chegamos bem no horário de abertura, às 10hs e pudemos ver com calma como o evento estava distribuído. Logo na entrada nos deparamos com o acervo, que conta com um grande número de títulos, para todos os gostos, e basta solicitar e deixar seu nome registrado para retirar os jogos e levar para a mesa (isso permite que os organizadores tenham dados estatísticos de quais jogos saem mais). 
Haviam também mesas dedicadas ao RPG, e um destaque para a enorme mesa da Kronos Games, que estava com o Tiranos de Underdark e o Spartacus, com playmats gigantes para ambos os jogos.
 Acervo grande disponível para galera.
O evento, em parceria o com a Ludopedia, promove a Batalha de Clãs, uma brincadeira aonde os presentes podem concorrer a prêmios ao final do evento. No momento da inscrição você recebe um dos quatro clãs disponíveis (Dragões, Sereiras, Faunos e Grifos) e uma pulseira da cor do clã. Cada vez que você for vencedor de algum jogo no evento, deve comunicar à organização que imediatamente informa no microfone qual clã pontuou. No final do evento, os participantes concorrem aos prêmios dos respectivos clãs.
Além do acervo, há uma loja que disponibiliza uma grande variedade de jogos e acessórios à venda, facilitando quem vai experimentar algum jogo no evento e quer levá-lo para casa.
 Editoras com mesas próprias, como o pessoal da Kronos.
Próximo à entrada, existe uma área reservada para alimentação, aonde o pessoal da Nipo oferece um cardápio bem gostoso e acessível (quibes, pastéis, yakissoba, etc). Nessa área são disponibilizadas mesas e cadeiras destinadas apenas para alimentação, reduzindo muito os riscos de acidentes (derramar gordura ou bebidas nos jogos).
Por fim, próximo ao palco fica o Celeiro de Jogos, área destinada aos designers que levam seus protótipos pra galera testar, que estava repleto de opções para quem é entusiasta dos playtests. Tive a oportunidade de jogar novamente os dois excelentes jogos do Rodrigo Rego (Maracanã e Micropolis) e o Mix Tapes do Mac Schwarz Crow e do André Teruya Eichemberg, ótimo jogo no melhor estilo salada de pontos. Além disso haviam muitos outros como o Triax dos cariocas Swami Guimarães, Marcos Rangel e Wilson Rodrigues, o Vinyl, também do André Teruya Eichemberg, o Anime Saga da Arcano Games (atualmente em financiamento coletivo), o DP6 do Nordan Manz, entre outros.
 E no Celeiro de Jogos, o que vai chegar na sua
mesa em breve como o Mix Tapes.
O evento rolou até as 20hs e durante todo o dia as mesas estiveram cheias, tanto para jogos do acervo como para os protótipos do Celeiro de Jogos.
Pra fechar a noite fomos com algumas pessoas, capitaneadas pelo querido Boscolo, jantar num ótimo restaurante, o que tornou o fim de noite e a participação no evento mais especial, pois foi aquele momento de trocar idéias e conhecer melhor a galera.
O Além do Muro é parada obrigatória para os amantes de boards modernos. A organização vem fazendo um grande trabalho e tem tudo pra crescer cada dia mais e trazer muito mais gente ainda para o nosso hobby. Parabéns aos amigos do Além do Muro!
 Dois grandes caras,
o Boscolo (Além do Muro) e o Leandro (The Meeple)
SERVIÇO :
 Além do Muro
Evento MENSAL

Associação Nipo Brasileira de Jundiaí

Av. Osmundo dos Santos Pellegrini 700 Jundiaí – SP

SEJA UM PADRINHO E AJUDE O EVENTO

Blog de Origem: E aí, tem jogo? – A sua página sobre jogos de tabuleiro moderno.
Link: http://ift.tt/2owNgWD
Autor: Carlos “Cacá”

Clans of Caledonia no KS

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

Clans of Caledonia é um jogo de estratégia económica para 1-4 jogadores, ambientado na Escócia no século XIX.

18058190_286140631832972_5885057315853361687_n

Os jogadores representam 8 clãs escoceses históricos que produzem diferentes produtos agrícolas e uísque, comercializando-os no mercado local, importando e exportando recursos e bens para maximizar a sua riqueza.

Um euro económico de peso médio alto que promete muita gula entre amantes do género. A editora, Karma Games, tem referido que alguns dos mecanismos do jogo foram inspirados em jogos como Terra Mystica, Navegador e Voyages of Marco Polo. As comparações elevam bastante a fasquia para este título de Juma Al-JouJou com as ilustrações de Klemens Franz e a vontade de o testar é grande!

A campanha de financiamento já começou AQUI, com a fasquia mais baixa, para ter uma caixinha, a começar nos 51€ (portes incluídos)! A editora promete entregar o jogo em outubro de 2017.

Blog de Origem: JogoEu
Link: http://ift.tt/2oGMlhu
Autor: abruk