Labyrinx

Get The Crestock Daily Free Stock Photo Here

 

O cruel ex-Senhor de Kortz foi derrotado, e descobriu-se nas masmorras a entrada para o mágico e perigoso Labyrinx. A Rainha Ausarta convocou seus heróis para lá entrarem e resgatarem os tesouros deixados pelo seu antigo dono, e esses corajosos irão entrar nessa disputa para ver quem consegue sair do labirinto com mais tesouros.

Essa é a premissa do novo jogo da RedBox Editora, que entra hoje em financiamento coletivo e é o primeiro de autores brasileiros, os cariocas, Daniel Braga e Thiago Matos.

Os heróis prestes a começar e exploração do labirinto.

Como dito acima, os jogadores escolhem entre uma série de heróis para entrar no labirinto e tentar se o primeiro a resgatar cinco tesouros, uma vez que o primeiro jogador consegue os cinco o jogo acaba e temos um vencedor.

As regras são simples, você começa com uma mão de cinco cartas/tiles e tem três ações disponíveis para a sua rodada (depois da ação obrigatória de aumentar o labirinto) : Colocar uma das cartas fechada no labirinto, olhar um dos espaços fechados, andar para um espaço adjacente, usar um dos poderes especiais do personagem, empurrar um adversário para um espaço adjacente e comprar cartas.

Sua mão de cartas/tiles define uma estratégia
e ajuda na resolução dos desafios.

Uma vez que você entra em um espaço e ele tem o símbolo de criatura, armadilha ou baú, você precisa instantaneamente e enfrentá-lo, para isso rola um dado para definir a dificuldade, reduz algum bônus que se personagem tenha e completa o desafio com as cartas da mão.

No caso de sucesso ganha um tesouro e aquela carta fica aberta pelo restante do jogo, no caso de falha, existem várias penalidades, além de perder algum tesouro que você já possua.

Agora, o jogo tem uns “twists” bem interessantes, o Labyrinx está em constante movimento e encoberto por uma névoa maligna, isso que dizer que toda vez que você sair de um espaço que não tenha um dos encontros citados acima, o labirinto volta a ficar com a face virada para baixo, e o próximo herói que por lá passar pode alterar a direção das portas.

As salas voltam a ficar esfumaçadas depois que os heróis saem dela.

Outra coisa bacana é que o jogo é limitado pela área onde é jogado, então você precisa se resolver com o espaço que tem, e caso atinja a borda da mesa pode criar um efeito “pac-man”, que é sair de um lado e aparecer de outro.

Labyrinx é um light game divertido, aberto à pernadas nos amiguinhos, com uma arte super caprichada que foge ao estilo “masmorra de pedra” e que diverte com o timming certo.

Perto do final do jogo, fica difícil saber como você chegou até os lugares.

Blog de Origem: E aí, tem jogo? – A sua página sobre jogos de tabuleiro moderno.
Link: http://ift.tt/2nONlS4
Autor: Carlos “Cacá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s